sábado, 15 de janeiro de 2011

Nós não adoramos mas veneramos? A diferença entre dulia e latria


Quando se faz notar a um católico que só se deve prestar culto a Deus é frequente ouvi-lo repetir que eles não adoram os santos e os anjos mas os veneram (culto de Dulia, não Latria) e que a Maria dão uma superior veneração (culto de Hiperdulia).

Esta é uma distinção artificial carente de fundamento bíblico que muitos católicos, instruídos pelo seu Magistério, costumam fazer para justificar o culto a diversas entidades diferentes de Deus.

No Novo Testamento, para a adoração se usa o verbo grego proskyneö ou o substantivo proskynëtës (adoradores, João 4:23).

A palavra "latria" deriva do verbo grego latreuo, servir (do qual deriva latreia, culto ou serviço, João 16:2). A palavra "dulia", por sua vez, provém do grego doulos, servo ou escravo. Assim, a latria consiste em prestar culto e a dulia em escravizar-se a alguém. No entanto, em nenhuma parte da Bíblia se ensina que devamos escravizar-nos aos santos defuntos, aos anjos ou a alguma outra criatura. Paulo, Tiago, Pedro e Judas se declararam "servos de Jesus Cristo", não de algum santo defunto (clarifico isto porque o chamado a ser servos uns dos outros aqui na terra é um ensino neotestamentário; mas não se trata aqui de culto).

Portanto crendo na Igreja de Roma, os seus fiéis "servem" a Deus e são "escravos" dos santos e "superescravos" de Maria (já que ela recebe "hiperdulia"). Se realmente existe diferença, eu diria que é em favor de Maria e dos santos.


Adenda: Católico abre os olhos e reconhece idolatria na Igreja Romana. Ver Aqui. Graças a Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...