segunda-feira, 2 de julho de 2012

Quem fundou a sua Igreja?


Um dos recursos favoritos dos apologistas romanos é fazer a seguinte pergunta: «Quem fundou a sua Igreja?».
Depois apresentam uma lista de Igrejas X, fundadas no ano Y, pelo fundador Z, para concluir que a Igreja Católica foi a única Igreja fundada por Jesus Cristo, na Palestina, no ano 33.
E invocam textos como Mateus 16:18-19 e Actos 2.
Eis um exemplo de uma dessas listas:
Ano Denominação Origem Fundador
33 Fundação da Igreja Católica Palestina Jesus
55 Igreja Católica se fixa em Roma, com Pedro e Paulo
1054 Igreja Ortodoxa Constantinopla Miguel Cerulário
1521 Igreja Luterana Alemanha Martinho Lutero
1523 Anabatistas Alemanha Zwickau
1523 Batistas Menonitas Holanda Menno Simons
1531 Igreja Anglicana Inglaterra Henrique VIII
1536 Igreja Presbiteriana Suiça João Calvino
1592 Igreja Congregacionalista Inglaterra John Greenwood e outros
1612 Igreja Batista Arminiana ou Geral Inglaterra John Smith
1630 Sociedade dos Amigos (Quakers) Inglaterra George Fox
1641 Igreja Batista Regular ou Particular Inglaterra Richard Blount
1739 Igreja Metodista Inglaterra John Wesley
1816 Igreja Adventista EUA Willian Miller
1830 Mórmons EUA Joseph Smith
1865 Exército da Salvação Inglaterra Willian Booth
1878 Testemunhas de Jeová EUA Charles T.Russel
1901 Igreja Pentecostal EUA Charles Parham
1903 Igreja Presbiteriana Independente Brasil Othoniel C. Mota
1909 Congregação Cristã no Brasil Brasil Luís Francescon
1910 Igreja Assembléia de Deus EUA/Brasil D.Berg/G.Vingren
1918 Igreja do Evangelho Quadrangular EUA Aimée McPherson
1945 Igreja Católica Apostólica Brasileira (ICAB) Brasil Carlos D.Costa
1955 Cruzada o Brasil para Cristo Brasil Manoel de Mello
1962 Igreja Deus é Amor Brasil David Miranda
1977 Igreja Universal do Reino de Deus Brasil Edir Macedo

Respondamos a esta estultícia:
Jesus Cristo certamente fundou uma única Igreja, mas:
1. Não foi a Igreja de Roma, que hoje usurpa a prerrogativa de ser em exclusividade a Igreja de Cristo.
2. Historicamente a Igreja de Cristo manifestou-se concretamente em congregações locais, cuja comunhão não dependia de uma hierarquia humana centralizada (papado) mas da fidelidade à doutrina de Cristo e dos Apóstolos tal como esta se expressa nas Escrituras.
3. A Igreja de Roma nunca teve autoridade universal; certamente não a teve sobre as Igrejas do Oriente, apesar das suas pretensões que levaram ao cisma no século XI. E no Ocidente pôde manter uma unidade só em estreito contubérnio com o poder secular, a sangue e fogo, por uns poucos séculos mais, até à Reforma Protestante do século XVI.
4. A Igreja de Roma não é católica em sentido exclusivo; no melhor caso é uma parte da Igreja universal.
5. A Igreja de Roma não é Apostólica, porque distorceu a doutrina dos Apóstolos e tirou e acrescentou a ela à sua vontade.
6. A Igreja de Roma é isso: romana, e ponto.
7. É verdade que as portas do Hades não prevalecerão contra a Igreja, e que Cristo está com ela até o fim dos tempos. Em cada período, por mais obscuro que fosse, Deus preservou, como no Israel do velho pacto, um remanescente de crentes fiéis. E assim será até que o Senhor volte. Mas é intolerável a arrogância romana de ser ela a única representante cabal de tal remanescente.
8. A evidência histórica mostra que a igreja de Roma, como outras, no seu percurso através dos séculos por vezes defendeu a ortodoxia e por vezes a abandonou. O problema é que se nega a reconhecer o seu desvio doutrinal e a ser disciplinada pelas Escrituras.
9. As diversas comunidades protestantes têm certamente um princípio histórico que pode ser traçado (coisa que não pode dizer-se de Roma, já que ninguém senão Deus sabe quem iniciou a Igreja ali), mas todas elas têm em comum a pertença à Igreja autenticamente católica, fundada por Cristo. Nós reconhecemos a história, mas não exaltamos indevidamente os servos que Deus usou em cada período histórico.
10. Neste sentido, é ofensivo e inaceitável que em tais listas sejamos incluídos no mesmo saco de grupos como os mórmons ou as testemunhas de Jeová.

9 comentários:

  1. Há muito tempo o blog estava merecendo um post que refutasse essa falácia!!!!

    ResponderEliminar
  2. A Igreja Católica Apostólica Romana foi fundada por Jesus, Ele mesmo conf. Cl 1,18: Cl 1,24: Ef 1,22.23 e 1 Cor 12.12+ e Mt 16,18 e muitas outras; em 1054, como relatado, parte da Igreja separou da original por se indispor contra o papado sediado em Roma, dos apóstolos Pedro e Paulo, somente àquele foi confiada a Igreja e sucessores onde se estabeleceram e se firmaram.O nome ekklesía katoliká foi-lhe nos anos 104+ ou -;
    Portanto, é Roma a sede original da Igreja de Cristo e todas as outras como a ortodoxa, nem tanto "ortodoxa", bem semelhante às seitas independenticionistas milhares protestantes, corresponde às mesmas dissensas que se desligaram por todo o decorrer dos séculos da Igreja Romana; aliás, esse fenômeno separatista não lhe estranha desde os primórdios, àqual Mt 16, 18 etc., explicitam-no por si mesmo. ...super hanc petram aedificabo Aecclesiam meam...
    O resto são seitas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Igreja de Roma era uma das Católicas, e não a Igreja Católica, pois nunca houve nenhum centralismo em Roma, nenhuma Supremacia da parte de Roma, mas tão somente Primazia de Honra, e inclusive era Baluarte da Ortodoxia/Catolicidade, porém isso não perdurou por muito tempo após a Igreja de Roma vexaminosamente e lamentavelmente transformar-se em um Reino Mundano com a fundação do Estado pontifício(Doação de Pepino), pedra de tropeço da Igreja de Roma, após oque não demorou muito para degradar-se, adulterar o Credo, reivindicar Supremacia e Jurisdição Universal, terminando por separar-se das demais Igrejas Católicas Autocéfalas Orientais, e isso tem quase 1 milênio já.

      Eliminar
  3. Vocês não se cansam de repetir a exaustão esse mantra não!!!!!??? "A Igreja Romana é a Igreja Fundada por Cristo"(mil vezes já vi esse mantra...dizem que uma mentira dita muitas vezes torna-se verdade...talvez seja por isso.)

    Em primeiro lugar,os trechos bíblicos ao qual o Senhor Stefan citou não se referem à Igreja Romana!!!

    O que você acha que significa Igreja na Bíblia?

    ( ) Uma instituição em particular? ( ) O corpo de Cristo?
    Aqui vai uma aulinha para você:
    Significado de Igreja(EKklesia)

    1577 εκκλησια ekklesia(Concordância Strong)
    de um composto de 1537 e um derivado de 2564; TDNT - 3:501,394; n f
    1) reunião de cidadãos chamados para fora de seus lares para algum lugar público,
    assembléia
    1a) assembléia do povo reunida em lugar público com o fim de deliberar
    1b) assembléia dos israelitas
    1c) qualquer ajuntamento ou multidão de homens reunidos por acaso, tumultuosamente
    1d) num sentido cristão
    1d1) assembléia de Cristãos reunidos para adorar em um encontro religioso
    1d2) grupo de cristãos, ou daqueles que, na esperança da salvação eterna em Jesus Cristo,
    observam seus próprios ritos religiosos, mantêm seus próprios encontros espirituais, e
    administram seus próprios assuntos, de acordo com os regulamentos prescritos para o
    corpo por amor à ordem
    1d3) aqueles que em qualquer lugar, numa cidade, vila, etc, constituem um grupo e estão
    unidos em um só corpo
    1d4) totalidade dos cristãos dispersos por todo o mundo

    Bíblia Sagrada
    1-Grupo de seguidores de Cristo que se reúnem em determinado lugar para adorar a Deus,receber ensinamentos,evangelizar e ajudar uns aos outros(Rm 16.16).2-A totalidade salva das pessoas em todos os tempos(Ef1.22)

    Aqui no blog no link < católica> tem um post que fala o que significava ( e ainda significa a despeito da usurpação romana) o termo na Igreja primitiva e nos escritos dos bispos primitivos!

    Quanto citação latina de Mateus 16.18 e a suposta ligação dela com o papado também já foi refutada a exaustão aqui no blog!

    ResponderEliminar
  4. "O resto são seitas"...Se seita no contexto do seu comentário fosse no significado de grupo eu até concordaria,mas se for em um tom pejorativo eu te digo que por este "modus interpretandi" extremamente falacioso o cristianismo é uma seita do judaísmo( e por tabela todas as "seitas" do cristianismo,incluindo o romanismo,são heresias sectárias!!!!

    Geralmente os adeptos do mantra romanista apelam para a Antiguidade da Igreja (vale lembrar que esta é uma espécie de sofisma ad antiquitatem") ou para a rotulação das "seitas",mas pensando desta forma "verdadeira" o romanismo também é seita!!!!

    P.S 1: Se desistires dos sofismas vieres aqui debater com bons argumentos à luz da Bíblia e da literatura patrística sem a repetição vazia de tais "mantras" será bem vinda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    P.S 2:Caso queira trazer a argumentação de algum blog romanista,por favor,ponha o link e/ou cite a fonte!

    ResponderEliminar
  5. Eu vejo esse blog só para rir mesmo. Ridiculo. Vão orar, que é melhor que ficar procurando cabelo em ovo, o ruim é pq quem não tem uma boa base na fé acredita nessas chalatanices. Falem de sua igreja ao invés de atacar a nossa, ver-se por aqui, que sua principal "missão" não é adquirir fiéis mais atacar com a Igreja.
    Cadê a Igreja que Jesus fundou? Sumiu? Enquanto os Católicos eram martirizados? Esconderam-se enquanto a Igreja Católica evangelizava os confins da Terra? Quem não tem coragem de dá a cara a tapa, de ser missionário, de sofrer realmente, atacar a Igreja.

    ResponderEliminar
  6. o maior erro das denominações crista e achar que a igreja e uma instituição humana como a romana anglicana pentecostal a igreja de cristo e invisivel e o corpo de cristo são todos os crentes em cristo de todas épocas espalhada em toda terra e em todas as denominações de igrejas existe a igreja verdadeira na igreja romana na igreja evangelica ela e invisivel

    ResponderEliminar
  7. "Mas é intolerável a arrogância romana de ser ela a única representante cabal de tal remanescente."

    É intolerável a arrogância protestante de sustentar que antes da reforma não tinha salvação! Quem seriam esses remanscentes fiéis? Quais os critérios?

    A Igreja de Roma, pelo contrário, dialoga com a Igreja Ortodoxa e as controvérias são infímas comparadas a confusão doutrinária protestante!

    Aliás, no período atual, já que criticastes a instituicionalização católica, mas no período atual da Igreja e , antes mesmo do papa Francisco, a Igreja DE FORMA INSTITUCIONALIZADA, reconhece que a salvação pode ocorrer em outros credos! É só olhar os últimos pronunciamentos dos dois últimos papas!

    E quanto a arrogância protestante??? Quem não tem o credo dos "reformadores" será salvo? A Igreja admite que está em estado de "ignorância invencível" pode ser salvo, e o que os reformadores diziam sobre os índios, incas e maias? Quem são os arrogantes mesmo?

    ResponderEliminar
  8. Se a Igreja admite que quem está em estado de "ignorância invencível" pode ser salvo, então por que não desaparece do mapa, você e a sua Igreja, e deixa-nos a todos em "ignorância invencível"? Seria muito mais seguro e eficaz para a nossa salvação do que nos tentar converter.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...