segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Inconsistências do catolicismo


1) O apelo a uma suposta "tradição apostólica" conservada na Igreja de Roma, que ninguém parece capaz de enunciar e delimitar depois de tantos séculos.

2) Ninguém parece poder dizer exactamente que coisas disseram Pedro, Paulo, João e os demais Apóstolos que não ficaram escritas mas são supostamente fundamentais para a doutrina e costumes.

3) O apelo à autoridade de Pedro como primeiro bispo de Roma, quando a evidência histórica, reconhecida até por historiadores católicos, não apoia tal ideia.

4) A construção tardia - basicamente a partir do século V - de um suporte doutrinal para sustentar o primado romano com base em textos que de modo algum apoiam tal pretensão.

5) A exaltação do magistério romano como autoridade inapelável na interpretação da Palavra de Deus quando claramente tal magistério ensina muitas doutrinas alheias às Escrituras.

6) A proclamação do carisma especial da infalibilidade papal depois de dezanove séculos de história, ao mesmo tempo que não parece existir nenhuma declaração infalível sobre quais ensinamentos papais são infalíveis.

1 comentário:

  1. Há alguma lista infalível de concílios infalíveis da igreja estabelecida pela aplicação infalível de critérios infalíveis e que possa ser inteligida infalivelmente? :)

    Se não há, então a infalibilidade dos concílios é totalmente inútil para conhecer algo infalivelmente. O máximo que se pode ter é a crença falível que determinado concílio é infalível. Mas todo o conhecimento continua a ser falível.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...